Baixar Músicas - Download Músicas - Baixar Mp3 grátis » Arlindinho » Meu Lugar/O Show Tem Que Continuar

Download Arlindinho – Meu Lugar/O Show Tem Que Continuar

Arlindinho Meu Lugar/O Show Tem Que Continuar

  • Artista: Arlindinho
  • Música: Meu Lugar/O Show Tem Que Continuar
  • Exibições: 79 ( ver opiniões )

Compartilhar música

Relacionados a seu interesse:

Meu Lugar/O Show Tem Que Continuar Letra

Meu Lugar
O meu lugar
É caminho de Ogum e Iansã
Lá tem samba até de manhã
Uma ginga em cada andar

O meu lugar
É cercado de luta e suor
Esperança num mundo melhor
E cerveja pra comemorar

O meu lugar
Tem seus mitos e Seres de Luz
É bem perto de Osvaldo Cruz
Cascadura, Vaz Lobo e Irajá

O meu lugar
É sorriso, é paz e prazer
O seu nome é doce dizer
Madureira, iá laiá
Madureira, iá laiá

O meu lugar
É caminho de Ogum e Iansã
Lá tem samba até de manhã
Uma ginga em cada andar

O meu lugar
É cercado de luta e suor
Esperança num mundo melhor
E cerveja pra comemorar

O meu lugar
Tem seus mitos e Seres de Luz
É bem perto de Osvaldo Cruz
Cascadura, Vaz Lobo e Irajá

O meu lugar
É sorriso, é paz e prazer
O seu nome é doce dizer
Madureira, iá laiá
Madureira, iá laiá

Ai, meu lugar
A saudade me faz relembrar
Os amores que eu tive por lá
É difícil esquecer

Doce lugar
Que é eterno no meu coração
E aos poetas traz inspiração
Pra cantar e escrever

Ai, meu lugar
Quem não viu Tia Eulália dançar?
Vó Maria o terreiro benzer?
E ainda tem jongo à luz do luar

Ai, meu lugar
Tem mil coisas pra gente dizer
O difícil é saber terminar
Madureira, iá laiá
Madureira, iá laiá
Madureira

Em cada esquina, um pagode, um bar
Em Madureira
Império e Portela também são de lá
Em Madureira

E no Mercadão você pode comprar
Por uma pechincha, você vai levar
Um dengo, um sonho pra quem quer sonhar
Em Madureira

E quem se habilita, até pode chegar
Tem jogo de ronda, caipira e bilhar
Buraco, sueca pro tempo passar
Em Madureira

E uma fezinha até posso fazer
No grupo dezena, centena e milhar
Pelos 7 lados eu vou te cercar
Em Madureira

E lalalaia, lalaia, lalaia
E lalalaia, lalaia, lalaia
E lalalaia, lalaia, lalaia
Em Madureira

E lalalaia, lalaia, lalaia
E lalalaia, lalaia, lalaia
E lalalaia, lalaia, lalaia
Em Madureira

Iá, laiá, em Madureira

O Show Tem Que Continuar

O poeta Luiz Carlos da Vila nos deixou
Mas deixou uma lição muito importante
Não importa o que aconteça
A nossa vida sempre será um grande show
E todo o show vocês já sabem
Tem que continuar
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laaaia
Lalaia lalaia laaaia
Lalaia lalaia laaaia
Lalaia lalaia laaaia
O teu choro já não toca
Meu bandolim
Diz que minha voz sufoca
Teu violão
Afrouxaram-se as cordas
E assim desafina
E pobre das rimas
Da nossa cancão
Hoje somos folha morta
Metais em surdina
Fechada a cortina
Vazio o salão
Se os duetos não se encontram mais
E os solos perderam emoção
Se acabou o gás
Pra cantar o mais simples refrão, se a gente nota
Que uma só nota
Já nos esgota
O show perde a razão
Mas iremos achar o tom
Um acorde com um lindo som
E fazer com que fique bom
Outra vez, o nosso cantar
E a gente vai ser feliz
Olha nós outra vez no ar
O show tem que continuar
Se os duetos não se encontram mais
E os solos perderam emoção
Se acabou o gás
(Pra cantar o mais simples refrão)
Se a gente nota, que uma só nota
Já nos esgota
O show perde a razão
Mas iremos achar o tom
Um acorde com um lindo som
E fazer com que fique bom
Outra vez, o nosso cantar
E a gente vai ser feliz
Olha nós outra vez no ar
O show tem que continuar
Nós iremos até Paris
Arrasar no Olimpia
O show tem que continuar
Olha o povo pedindo bis
Os ingresso vão se esgotar
O show tem que continuar
Quem duvida e hoje diz
Acabou, vai se admirar
O show tem que continuar
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laia
Lalaia lalaia laia
Nosso amor vai continuar